VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO NESSA AVENTURA!

Capitólio 1 parte – Mirante dos Canyons / Cachoeira Diquadinha / Paraíso Perdido

Mais um ano se passou e muitas viagens aconteceram, mas como já é de costume escolhermos uma mega viagem no final do ano, devíamos pensar e escolher um lugar top que faltava em nosso currículo. Em 2013 fomos para Itararé-SP um lugar super belo e esse ano devia ser especial também.

Olhando no mapa as regiões com mais águas encontramos Capitólio – MG. Uma cidadezinha com uma represa que parece um mar, por isso é conhecida também como mar de Minas.

caminho-para-capitolio-mg

Arrumamos tudo e saímos de São José dos Campos bem cedo, pois sabíamos que tínhamos uma longa viagem pela frente. Passamos o dia viajando, por volta das 17 horas chegamos na MG – 050 que levava até Capitólio. Nos primeiros quilômetros pudemos ver o belo “mar azul” e decidimos parar quando avistamos alguns carros estacionados. Fizemos uma pequena trilha que nos levou ao Mirante dos Canyons.

canyon-vista-superio-em-capitolio-minas-gerais vista-superior-canyon-capitolio-mg

Mirante dos Canyons

Ficamos encantados com a vista, uma imensidão azul com sua margem em tons amarelados devido as pedras São Tomé, comuns na região. Pudemos avistar também na lateral algumas lanchas paradas numa praia, que era formada no final da queda da cachoeira, um verdadeiro paraíso. Decidimos então seguir até Capitólio e ver o que essa cidade tinha para nos apresentar.

cachoeira-dos-mirantes-dos-canyos-capitolio-mg   praianha-canyos-capitolio-minas-gerais

Chegamos na cidade e logo no início avistamos a igreja que marca o centro de Capitólio. Paramos para um almoço rápido que custou R$ 12,00 por pessoa 😉 . De barriga cheia nos informamos sobre os passeios e onde podíamos acampar. Todos na cidade são super cordiais; um senhor até parou de cortar o cabelo de seu cliente para nos mostrar as belezas da cidade no seu computador. Partimos para o camping das Andorinhas pois havíamos recebido boas indicações do lugar.

igreja-central-de-capitolio-minas-gerais

Cachoeira Diquadinha

No Camping fomos bem recebidos pelo Douglas e seus cachorros. Com o lugar garantido para dormir decidimos aproveitar o resto do dia e curtir a Cachoeira Diquadinha que tem o acesso livre e ficava bem perto do camping. A Cachoeira Diquadinha é uma cachoeira muito bonita formada por rocha São Tomé, que acaba dando uma coloração alaranjada na água e cria uma paisagem diferente das cachoeiras que estamos acostumados a ver em nossa região.

cachoeira-diquadinha-copitolio-minas-gerais cachoeira-diquadina-em-capitolio-mg

Na volta para o camping levamos um susto com um animal correndo na beira da estrada. Quando nos aproximamos percebemos que era um Lobo Guará que tratou logo de se esconder no mato num local seguro, mas a imagem daquele animal lindo com os pelos avermelhados ficará marcada pra sempre.

Quando chegamos o Douglas havia montado a fita de slackline e a galera toda estavam por ali se divertindo e trocando uma ideia. Tratamos logo de nos ambientar e fazer novas amizades. Conhecemos a história de todos, um veio com a galera do Rio Grande do Sul o outro veio da Ilha Comprida-SP e estavam todos ali por um bem comum: conhecer as belezas de Capitólio. Ficamos até anoitecer praticando slackline e conversando com a galera, depois preparamos uma comida e fomos dormir pois o dia seguinte prometia 😉

camping-dos-canarinhos-capitolio-mg barracas-camping-dos-canarinhos-capitolio-mg

Segundo dia de aventura em Capitólio:

Acordamos por volta das 8 horas do dia 30/12/2014 e nossa aventura seria o Paraíso Perdido, que pelo nome despertava muita curiosidade de conhecer.

Paraíso Perdido – Capitólio

estrada-para-o-paraiso-perdido-capitolio-mg

Seguimos pela MG – 050, sentido Passos, até o quilômetro 321 onde existe uma placa indicando Paraíso Perdido, dali foram mais 4 km de estrada de terra até chegar na portaria. Quando chegamos fomos informados sobre a taxa de R$ 25,00 que é voltada para a manutenção do local que tem um ótimo espaço para receber os turistas.

Seguimos pela água até chegar na primeira queda onde havia um poço muito profundo, com uma pedra enorme na lateral que permitia saltar sem nenhum receio. Ao redor da piscina podíamos nadar entre os inúmeros peixes que dividiam a margem com os turistas, que ficavam encantados com a beleza.

piscina-natural-paraiso-perdido-capitolio-mg
peixes-paraiso-perdido-minas-gerais saltando-piscina-paraiso-perdido-mg

Subimos pela lateral da queda e a cada passo nos eram revelados lindos cenários, até que o paredão começou a crescer e avistamos ao fundo a enorme queda. Nessa queda havia uma poço enorme e ao lado no paredão formava-se uma gruta, que era tomada por água. Subimos um pouco mais e pudemos avistar mais paredões e pequenas piscinas.

cachoeira-paraiso-perdido-capitolio-mg
cachoeira-paraiso-perdido-capitolio-mg-2 vista-superior-cachoeira-do-paraiso-perdido
vista-superior-cahoeira-paraiso-perdido-2 piscina-na-parte-superior-cachoeira-paraiso-perdido-capitolio
canyons-paraiso-perdido cachoeira-paraiso-perdido-capitolio-mg-3

Logo o tempo fechou e o risco de tromba d’água na região é enorme então o fiscal começou a pedir para as pessoas retornarem. Aproveitamos a chuva que caia e comemos um almoço delicioso (R$25,00 o quilo) antes de partir.

Represa de Furnas

Partimos e fomos em busca de uma nova aventura. Como estávamos próximo decidimos conhecer a represa de FURNAS. Passamos pela barragem e pudemos ver as enormes turbinas que geram energia para as cidades da região.

represa-de-furnas-capitolio-minas-gerais

Cachoeira Quebra Anzol

Para passar sobre a barragem é preciso parar numa guarita, nesse momento perguntamos sobre o camping Quebra Anzol, pois já sabíamos que iríamos encontrar uma bela cachoeira. Seguimos por 2 km de estrada de terra até chegarmos na entrada, onde fomos informados sobre a taxa de R$ 25,00 para acampar e R$ 15,00 para passar o dia. Como já era tarde decidimos apenas conhecer e voltar uma outra hora para ficar mais tempo.

cachoeira-do-caping-quebra-anzol

Seguimos de volta pela MG-050 até chegarmos no restaurante FURNAS onde agendamos o passeio de lancha (R$ 50,00 por pessoa) que iríamos fazer no dia seguinte. Com passeio agendado voltamos para o camping e curtimos um final de tarde delicioso na piscina 😉

10 Comentários para Capitólio 1 parte – Mirante dos Canyons / Cachoeira Diquadinha / Paraíso Perdido

  • VALDINEI RIBEIRO CAMINHAS says:

    ISTO AÍ É UM PARAÍSO.

  • VALDINEI RIBEIRO CAMINHAS says:

    VALE A PENA CONHECER UM LOCAL MARAVILHOSO.

  • Kelly Cristina says:

    Boa tarde
    Como faço pra sair da rodovia de capitólio é ir até ao mirante Canyon furnas? Tem algum táxi que leva por lá?
    Obrigada
    Aguardo contato

  • Igor says:

    Bom dia,
    Tem como me passar o contato do proprietário da lancha??

    Valeu,
    Igor

    • Djalma Toledo says:

      Olá Igor,

      Vou verificar em meus arquivos se encontro o número da empresa que fizemos o passeo de barco em Capitólio. Mas de qualquer forma, antes de chegar em na cidade de Capitólio você vai passar por um lugar na beira da rodovia onde se concentra as lancha e lá vai poder agendar seu passeio.

      Obrigado pelo seu comentário.

      Boa Aventura.

  • Sabrina says:

    Boa Tarde!!! Queria dicas de Pousada e hotéis em conta!!! Estou querendo conhecer esse paraíso!!!

    • Djalma Toledo says:

      Olá Sabrina,

      Quando fomos não nos informamos muito sobre valores de Hotéis. Como geralmente acampamos, não fiquei sabendo a média de preço dos Hotéis por Capitólio. Se quiser acampar eu indico o Camping Canarinho é um camping com ótima estrutura que fica localizado na rodovia antes de chegar em Capitólio, até piscina com água natural tem nesse camping 😉

      Espero ter ajudado.

      Tenha uma ótima aventura por Capitólio!

  • Isabela says:

    Boa noite,

    Vocês fora de carro até paraíso perdido ou de jeep? a estrada é boa pra ir de carro?

    Agradeço desde já,

    • Djalma Toledo says:

      Olá Isabela,

      É possível sim chegar até o Paraíso de carro, fomos com um carro baixo e chegou tranquilamente. Todos os lugares de Capitólio são de fácil acesso e é possível chegar com carro de passeio.

      Boa Aventura!

      abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *