VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO NESSA AVENTURA!

Vale do Itararé – Parte 2 – Poço do Encanto e Cachoeira do Corisco

No segundo dia 29/12/2013 preparamos tudo e saímos do hotel as 9:00 da manhã. Depois de ter conhecido o Parque da Barreira no dia anterior, decidimos contratar o guia Seu Mário para nos mostrar as belezas da região.

Logo que saímos da praça o Seu Mário já começou a nos explicar que a Avenida dos Tropeiros, a avenida principal da cidade, tem este nome por que os tropeiros que vinham do Rio Grande do Sul passavam por esta avenida para seguir até a Feira de Moares (Feira onde negociavam os animais) em Sorocaba. Informações como essa é que fazem toda diferença no passeio guiado ;).

Passamos no mercado da cidade para comprar alguns itens para complementar nosso lanche e seguimos o caminho de carro por asfalto sentido Senges – cidade visinha já no estado do Paraná – onde pegamos uma estrada de terra.

Cachoeira Véu de Noiva – Vale do Itararé

Depois de alguns minutos de estrada de terra estacionamos o carro e descemos a pé para a Cachoeira Véu de Noiva que também é conhecida como Cachoeira do Lageado, foram 15 minutos por uma trilha que leva até a cachoeira. Quando chegamos ficamos encantados com a quantidade de água que descia pelo paredão que tem 40 m. de altura e 30 de largura, com uma imensa piscina em baixo da queda. Entramos na água, que nos lembrou Ibitipoca-MG por sua água de cor avermelhada, chegamos bem perto da queda e tiramos muitas fotos para registrar ao máximo aquele belo lugar.

Cachoeira véu de Noiva ou Lageado - Vale do Itararé   Cachoeira véu de Noiva ou Lageado - Vale do Itararé

De volta para a estrada, um pouco mais a frente, pegamos uma pequena trilha onde chegamos na parte alta da cachoeira Véu de Noiva com diversas piscinas naturais, vale a pena uns mergulhos e foi o que fizemos.

Piscina Superior da Cachoeira véu de Noiva - Senges-PR - Vale do Itararé   Parte Superior da Cachoeira véu de Noiva - Senges-PR - Vale do Itararé

Canyon de Jaguaricatú – Vale do Itararé

Plantação de Soja na estrada para o Canyon Jaguaricatu - Senges-PR - Vale do Itararé  Seguindo a estrada novamente passando por belas paisagens em meio as plantações de soja até chegarmos em mais um lugar espetacular o Canyon de Jaguaricatú, estacionamos o caro e seguimos por uma trilha bem leve até que avistamos o imenso Canyon. O Canyon Jaguaricatú leva o nome do rio que formou essa enorme fenda na planície que se estende por cerca de 260 KM, segundo nosso guia o Canyon é do período devoniano – período em que toda a região era mar saiba mais. Ficamos ali olhando para aquela vista incrível e aproveitamos a paisagem para fazer um lanche e conversar com outros grupos que chegavam ao local.

Canyon do Rio Jaguaricatu-itarare - Vale do Itararé

Cachoeira da Erva Doce – Vale do Itararé

Búfalos no caminho para Cachoeira Erva Doce - Senges -PR - Vale do Itararé Passado um tempo voltamos para a estrada por mais alguns minutos e chegamos a mais uma cachoeira, a Cachoeira da Erva Doce, novamente deixamos o carro e seguimos por trilha bem fácil, mas com uma surpresa. Demos de cara com uma manada de búfalos que ficaram nos encarando, alguns deles tinham um sininho no pescoço e durante a trilha as vezes ouvíamos o som dos sininhos, como se alguns búfalos estivessem nos seguindo, mas acho que foi meio coisa da nossa cabeça. Rsrs

Chegando na Cachoeira Erva Doce - Senges-PR Vale do Itararé

Cachoeira Erva Doce - Senges -PR - Vale do Itararé Brincando na cachoeira Erva Doce - Senges -PR -  Vale do Itararé

Chegando na Cachoeira da Erva Doce encontramos um grupo grande que estava fazendo até churrasco, o movimento neste local é um pouco maior pois o acesso é bem mais fácil do que as demais cachoeiras, mas é uma linda queda e um lugar legal para nos refrescamos nos vários chuveirinhos formados pela queda. Descansamos um pouco até que voltamos ao carro passando bem rápido é claro pelos búfalos ..rsrs.

Poço do Encanto – Vale do Itararé

Seguimos pela estrada durante um tempo até chegarmos em uma porteira que estava trancada, é claro que nosso guia já tinha a chave. Entramos nesta propriedade e seguimos um pouco mais por uma trilhazinha até chegamos ao Poço do Encanto. Que é muito muito muito bonito!!! A água é cristalina e dá pra ver a areia branquinha que tem no fundo. Um lugar realmente encantador e muito sensível, uma curiosidade do local é que ao batermos palmas ou batermos os pés no chão o Poço responde com borbulhas no fundo, nos sentimos privilegiados por estar ali e poder conhecer um lugar como este.

Poço do Encanto - Senges-PR - Vale do Itararé

Árvore do amor - Senges -PR - Vale do Itararé Na volta durante a trilha o guia nos mostrou uma árvore muito legal conhecida como a árvore do amor. Que são duas árvores unidas pelos troncos e segundo uma lenda da região, diz que naquele local foi enterrada uma índia e seu grande amor, um tropeiro que foi morto pelo líder da tribo e que era contra a união dos dois. A índia um tempo depois da morte de seu amor, morreu de desgosto e foi enterrada ao lado então as árvores cresceram e se uniram.

Cachoeira do Corisco – A cachoeira do Coração

Para nós o dia já estava praticamente ganho, mas ainda teve tempo para um ultimo presente da natureza, ali perto voltando para a estrada, seguimos em direção a Cachoeira do Corisco esta cachoeira é um dos pontos turísticos mais procurados da região e fica dentro de um pequeno parque bem estruturado para receber os visitantes, é uma cachoeira apenas para se admirar, pois fica em um local de difícil acesso mas do parque é possível ver e tirar muitas fotos desta queda d’agua que forma um enorme coração em meio a mata.

Galera cachoeira Corisco - Senges-PR - Vale do Itararé

Cachoeira do Corisco a Cachoeira do Corão - Senges -PR - Vale do Itararé Vale da cachoeira do Corisco - Senges-PR - Vale do Itararé
Voltamos ao hotel depois deste dia cheio de novas descobertas, e já planejando o próximo dia que certamente seria incrível.

2 Comentários para Vale do Itararé – Parte 2 – Poço do Encanto e Cachoeira do Corisco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *