VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO NESSA AVENTURA!

Viagem ao PETAR – Parte 1 – Caverna do Diabo

Primeiro dia Caverna do Diabo e Cachoeira do Meu Deus

Depois de termos sonhado durante muito tempo em conhecer o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) chegou o dia que não poderíamos deixar escapar novamente. Todos de férias e com dinheiro no bolso nos preparamos e partimos para passarmos o ano novo lá, seriam quatro dias de muitas trilhas e cavernas.

cortinas-da-caverna-do-diabo-eldorado

Arrumamos as mochilas e checamos o carro no dia anterior e partimos bem cedo na quinta feira dia 30/12/2010. O inicio da viagem foi bem tranquilo, o dia estava ensolarado e tudo estava a nosso favor. Só tivemos problema na serra da Regis Bittencourt, que estava um pouco congestionada.

Quando passamos pela cidade de Registro começamos avistar placas para a Caverna do Diabo, seguimos as placas e entramos em Jacupiranga. Vimos algumas placas de cachoeiras, mas seguimos nosso caminho, pois não sabíamos se ainda faltava muito para chegar até Eldorado.

Chegando em Eldorado passamos por um portal que tinha o formato da entrada de uma caverna e logo encontramos um posto de informações turísticas onde descobrimos que a cidade tem muito mais a oferecer além da Caverna do Diabo. No caminho até a caverna existe uma cachoeira de 50 metros de altura conhecida como Cachoeira do Meu Deus.

Seguimos por uma estrada muito estreita e com uma bela plantação de bananas dos dois lados, até que avistamos uma placa indicando a Cachoeira do Meu Deus. Logo na entrada estava um senhor que nos deu algumas informações sobre a cachoeira, mas como já eram quase 15:00 horas decidimos seguir até a caverna e se sobrasse tempo voltaríamos para conhece-la.

entrada-da-caverna-do-diabo-eldorado

Parque Estadual Caverna do Diabo

Depois de uma longa viagem chegamos ao Parque Estadual Caverna do Diabo, deixamos o carro no estacionamento e seguimos por um caminho que terminava na entrada da caverna. Lá é tudo monitorado, você só entra com o guia e um grupo a cada 20 minutos. Pagamos R$10,00 reais sendo R$5,00 da entrada e R$5,00 do guia, e aguardamos a nossa vez.

escadarias-da-caverna-do-diabo-eldorado

Quando entramos na caverna ficamos encantados com o tamanho, já sabíamos que era grande porque a Caverna do Diabo é a maior caverna do estado de São Paulo com cerca de 8.000 metros de extensão e aproximadamente 600 milhões de anos, mas só estando lá deu pra ter noção de sua grandeza, porém apenas os primeiros 600 metros da caverna estão abertos ao público podendo ser visitados por pessoas de qualquer idade.

caminhando-da-caverna-do-diabo-eldorado formacoes-estalactites-da-caverna-do-diabo-eldorado cortinas-no-teto-da-caverna-do-diabo-eldorado

Caminhamos durante uns 40 minutos passando por diversas estalactites, estalagmites e colunas gigantescas que levaram milhares de anos para se formar e tudo isso nos deixou muito impressionados e empolgados. Mas foi apenas no final do percurso que descobrimos por que é chamada Caverna do Diabo, chegamos num salão assustador, no fundo podíamos ver uma imagem parecida com a de um Diabo e o rosto perfeito de uma bruxa em meio as enormes cortinas de pedra, realmente inacreditável e sabíamos que era só o começo da viagem.

estalactites-da-caverna-do-diabo-eldorado bruxa-da-caverna-do-diabo-eldorado coluna-da-caverna-do-diabo-eldorado

Após o passeio na Caverna do Diabo, seguimos por uma trilha até a Cachoeira do Araçá que fica bem perto dali. Caminhamos por alguns minutos dentro da mata e logo vimos uma linda queda d’agua. Na parte superior da cachoeira tem um pequeno poço com água limpa e transparente. A água estava muito gelada, mas não resistimos e pulamos mesmo assim. Nadamos, tiramos algumas fotos, descansamos um pouco e logo voltamos até o carro para seguir a viagem.

cachoeira-araca-parque-caverna-do-diabo

Cachoeira do Meu Deus

Saímos do parque por volta das 17h30min e decidimos voltar para a Cachoeira do Meu Deus, por sorte ainda encontramos o senhor da porteira, ele nos cobrou R$30,00 e chamou o guia que nos acompanhou até a cachoeira. Seguimos de carro por uma estrada de terra bem ruim e com uma subida que não acabava nunca. Terminando a subida deixamos o carro e seguimos por uma trilha bem leve até que começamos a escutar o barulho da enorme cachoeira. Um pouco antes de chegarmos à queda principal avistamos uma pequena queda com uma piscina natural que era tão azul e brilhava muito, ficamos encantados mas, alguns passos a frente avistamos uma a enorme cachoeira, então entendemos porque é chamada de “Cachoeira do Meu Deus”.

cachoeira-meu -deus-eldorado-sp Finalizamos o passeio quase escurecendo e tínhamos que seguir até Iporanga e encontrar um lugar para passar a noite. Chegando na pequena cidade, nos informamos no posto de gasolina se existia algum camping na cidade, o frentista falou que só no Bairro da Serra que iríamos encontrar. Abastecemos o carro e seguimos por mais 12 km em uma estrada de chão. Quando chegamos lá já havia escurecido e tinha pouca gente na rua. Fomos seguindo as placas até chegarmos no camping do seu Benjamim (camping do Benjamim), era um lugar muito acolhedor com um portal bem místico na entra. Ele nos cobrou apenas R$10,00 a diária. Nos acomodamos ali mesmo por que já era tarde e no dia seguinte iríamos acordar cedo para procurarmos um guia e ai sim começar a aventura pelo PETAR.

Segunda parte da Viagem ao PETAR – Núcleo Santana

Apoio:

Agência de turismo petar Ponto Sul

13 Comentários para Viagem ao PETAR – Parte 1 – Caverna do Diabo

  • Mayewski Fardin says:

    Belo relato e maravilhosas fotos…
    Pretendo ir no carnaval pra lá, estou ansioso na espera dos outros relatos e dicas.
    Abraços

  • O relato ficou ótimo!

    O PETAR é realmente um lugar maravilhoso.
    Esta na minha lista de locais para serem visitados!

    Abraços

  • Thiago Valério says:

    sensacional cara, triste por não ter ido, animado pra ir =)

  • dilsinhuu gatinhuu says:

    karacass gatenhusss….muituu lokaaa ass cavernass man’….as cachoeras dão um toque divinu e unico,
    pena eu num ter idu =( ….
    mais suavãoo, com as dicas dadas ai da pla cola lah facil facil rss….
    parabenss gatenhusss!!!!

  • Nelson says:

    Vale a pena visitar o PETAR, Cachoeira , trilha Cavernas, são obras de Deus!

  • cledja says:

    eu tive o prazer de conhecer, realmente e maravilhoso, obra de Deus, fiz a trilha toda do vale do ribeira, fora a cachoeira de Meu Deus, existem mais 14 cachoeiras lindissimas, com aguas cristalinas… nao vejo a hora de voltar neste paraiso.

    • Djalma Toledo says:

      Olá cledja,

      Obrigado pela dica, não sabia que existem mais 14 cachoeiras além da cachoeira do Meu Deus.

      Vamos pesquisar!

      Estamos pensando em voltar ao vale do Ribeira este ano.

      Obrigado pelo seu comentário.

      Abraço

  • MARCIO says:

    CONHECI A CAVERNA E PRETENDO LEVAR MEUS ALUNOS TAMBEM. ADOREI A VISTA. PENA QUE NAO TEMOS OUTRAS OPÇÕES QUANDO SAIR DE LÁ.

  • luis carlos says:

    Este mes de novembro iremos conhecer eldourado paulista , a caverna do diabo e…. o que mais tem pra gente conhecer lá ?????
    podem me indicar ulgum guia legal ??
    gratos , luis e ana

  • Fausto Fonseca says:

    Vivi parte de minha infância próximo a esse lugar maravilhoso e não tive oportunidade de conhecer, hoje moro no Rio de Janeiro e no mês de dezembro de 2012 pretendo ir com minha familia fazer um tour por Eldorado, já que passarei o Natal com minha Mãe em Peruibe. Nos aguarde ELDORADOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Paolla says:

    Adorei as fotos, também passei por estes lugares maravilhosos, A Cahoeira do Meu Deus realmente é linda e sem igual, amei este lugar! A caverna do diabis rs não pude ir pq estava sem tenis pra entrar no local, mas a proxima vez q eu for irei com certeza. Indico a vcs q vão pra esta cidade que poucos km tem um lugar chamado Cananéia lá tem a Ilha do cardoso que vc pode ir de barco e chegar ate esta ilha e nadar com os golfinhos, fiquei encantada com o lugar. Recomendadissimo!!!

    • Djalma Toledo says:

      Olá Paolla,

      Obrigado pelo comentário.

      PETAR é realmente um lugar lindo que estamos pensando seriamente em voltar em breve.

      Nossa!!! Adorei sua dica, estamos procurando um lugar pra ir no carnaval, quem sabe não vamos para Cananéi. Valew pela dica!!!

      Abraço
      Boas aventuras!!!

  • Edson says:

    Eldorado é guardiã de belas riquezas naturais.
    A minha dica é a seguinte:
    O Parque da Caverna do Diabo é ideal para todos os públicos,
    sua estrutura é muito boa, inclusive para idosos e crianças – recomendo.
    O Vale das Ostras é uma atração maravilhosa, mas recomendo
    para quem está em dia com a saúde,
    pois o nível de dificuldade é de médio a difícil.
    Se você pretende visitar somente a Cachoeira do Meu Deus,
    qualquer pessoa e criança pode encarar o desafio na
    companhia de um guia local, mas não indico para crianças e
    idosos a trilha completa, é bem “hard”.
    Aos mochileiros que gostam de desafios – recomendo.
    Visite também o meu blog, onde menciono esta e outras viagens. http://edsongimenes25.zip.net/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Optimized by SEO Ultimate